20 de julho de 2011

Ser forte . . .


"A tempestade... levou minha casa.

A noite... minha visão.

A chuva... minhas nuvens.

O inverno... meu coração.

Sem casa... pátria... ou terra;

Sem coração... vida... ou horizonte.

Olhei o céu... e estrelas me guiavam.

O oásis estava perto.

O céu... tingiu-se de dourado.

O rio... acalmou-se no leito do mar.

Flores... na areia do deserto.

Depois do cair da noite;

O dia sempre chega... soberano."

Como ser forte, perante tantas adversidades nesta vida?

Como manter a força, a energia, se as provas parecem por vezes intransponíveis?

O que é ser forte?

Ser forte é amar alguém em silêncio;

É irradiar felicidade quando se é infeliz;

É tentar perdoar alguém que não merece perdão;

Ser forte é esperar quando não se acredita do retorno;

É manter-se calmo no momento de desespero;

É demonstrar alegria quando não a sentimos;

Ser forte é sorrir quando se deseja chorar;

É fazer alguém feliz quando se tem o coração em pedaços;

É calar quando se tem vontade de gritar a todos a sua angústia;

Ser forte é ter a certeza de que tudo passa, às vezes, mais rápido do que se espera;

É sofrer, muitas vezes em silêncio, buscando não levar sofrimento àqueles que estão à nossa volta;

É suportar a dor, retirando dela um aprendizado sempre;

Ser forte é ter a honestidade como princípio e bandeira -haja o que houver;

É falar a verdade com psicologia e delicadeza, preocupando-se em como o outro irá recebê-la;

É assumir os erros; é dizer "eu errei"; é dizer "vou corrigir";

Ser forte é ter coragem de ser diferente, e não ceder aos apelos materialistas do mundo;

É ter coragem de parecer covarde, evitando qualquer tipo de agressão, revide ou vingança;

É oferecer a face do amor àqueles que nos golpeiam com sua ignorância.

Ser forte é encontrar um elogio quando se tem vontade de maldizer;

Ser forte é consolar quando se precisa de consolo.

Eis no que consiste a verdadeira força...

Eis os trilhos oferecidos pela vida para amparar nossa viagem...

Eis a maneira de resistir ao desânimo, à descrença e à desesperança: amar a vida, e ser forte.
Autor:
Equipe de Redação do Momento Espírita com base no poema "Nascer do sol", do livro "Pérola", de autoria de Bárbara Brasileiro, edição da autora; e de texto anônimo.

Nenhum comentário:

Ofertas! Brandsclub

Amo muito isso!!!

Ofertas Bondfaro e Buscapé!!!!

Related Posts with Thumbnails