21 de setembro de 2014

De mim. . .

"Quero fugir do que não é de mim. 
Quero me livrar do que não me pertence.
 E me pertencer. 
Inteira. 
Profunda. 
De mim".
(Monalisa Macedo)

Um amor que acerte no alvo mais adorável, eu"

"Pare de se contentar com tão pouco. Toda(o)s nós merecemos um amor de verdade, do tipo que fala o que sente. Sem frescura, sem rodeio, sem insegurança.
Que te pega de jeito, mas também te pega no colo.
Um amor para ser o nosso diário, um ser que na cama nos faz perder a timidez. A luz que não se apaga durante as noites e a escuridão que não nasce nos nossos dias.
Um amor que assume, um amor soma e não que some.
Que faz das suas palavras os seus atos, do seu abraço a sua morada e dos seus beijos, paraíso.
Um amor que faça o meu dia melhor e minhas noites mais quentes. Um amor que me proporciona abraços apertados e juras de amor para todo o lado.
Um amor de verdade para quem só conheceu amores de mentira.
Um amor, apenas um, mas que cumpra tudo aquilo em que todos os outros falharam!
Um amor que acerte no alvo mais adorável, eu".
(Joyce Xavier & Carolina Carvalho)

VOSMECÊ TÁ AMARRADO MUZANFIO(A)?


Sente que seus caminhos tão fechados?
Sente que ta muito cansado e tem insônia?
Tem pouco pataco no bolso?
A doença te visitou e num qué larga vosmecê?
Sente irritado e briga até com a própria sombra?
Não se sente amado(a) e num tem “sorte” nos relacionamentos?
Por certo o(a) fio(a) há de pensar que ta magiado,
Que tem obsessor travando sua felicidade.
Que tem macumbeiro dos bons agindo contra vosmecê.
Òia fio(a) sinto em te dizer mas o maior macumbeiro que age contra vosmecê
É vosmecê mesmo(a).
Só tem um jeito de miorá todos os setores da vossa vida,
Seguindo os ensinamentos de nosso sinhô Jesus Cristo amando muito seu próximo,
E fazendo tudo de bom pra ele assim como gostaria que ele fizesse a vosmecê,
Mas sabe que vosmecê num ta fazendo o dever de casa completo né fio(a)?
Pruquê nos ensinamento de nosso sinhô diz: Amai o próximo COMO A SI MESMO,
Daí nego véio pregunta, vosmecê ta amando a si mesmo?
Muitos fios acham que amar a si mesmo é egoísmo, mas isso num é verdade,
Egoísmo é quando a gente só pensa em nóis e em mais ninguém.
Amar a si mesmo é autoamor.
E automor num é pecado, ta nos ensino de nosso sinhô.
Sabe pruque vossa vida num anda muzanfio(a?
Pruque vosmecê ainda num aprendeu a si amar,
Num há neste mundo magia do mal ou maior inimigo que os inimigo que nóis trazemos dentro de nóis,
São estes inimigos que travam nosso caminho e afasta de nóis a vontade de caminhar, a fé e a crença na felicidade e no amor.
Fio(a) esses inimigos são nossos sentimentos de culpa, nossas tristeza, nossas magoas, nossa raiva, o ódio, nossa baixa auto estima, nossa falta de valorizar as coisas boas que conquistamos, nosso olhar nos defeito dos outros e por aí vai.
Fios esses sentimentos quando em desequilibrio são portas abertas pros obsessor deitá e rolar, vosmecê pode ir no centro tomá passe, toma banho de ervas, fazê oração, isso com certeza vai trazê alivio, mas se vosmecê num mudá forma de pensar, de agir e de sentir as coisa negativa, os obsessor volta e seus caminho continuarão fechado e vosmecê se sentindo amarrado.
O mal só nos atinge quando encontra terreno fértil pruque tem semente sombria dentro de nóis.
Pensa fio(a) pensa positivo, pensa em vosmecê com carinho e tenha atitude de amor por vosmecê,
Trate-se com amorosidade, acolha suas imperfeições e se aceite como é, um fiinho de Deus em evolução em aprendizado.
Num sinta raiva de vosmecê por sentir o que sente, todo sentimento tem seu lado sombra e lado luz mas eles agem contra nóis quando estão em desequilíbrio.
Nosso aprendizado é saber qual a função de cada sentimento e o que eles querem nos ensinar.
Nego veio deixa essa dica pra vosmecê avaliar o que ta sentindo e os reflexos desses sentimentos em seu corpo físico, seus campo energético, sua alma e sua vida.
O amor é a maior magia poderosa que a tudo transforma, cura e ilumina,
Mas o autoamor é teu escudo de proteção energética, espiritual e funciona como um imã que atrai coisas, fatos e pessoas positivas.
Ame a vosmecê muzanfio(a) e terá teus caminhos abertos, mais disposição, mais ânimo, sono reparador,
Mais prosperidade, mais saúde, mais paz, mais amor, mais felicidade e proteção.
Cuide dos seus pensamentos e dos seus sentimentos transformando-os sempre em positivos independente das circunstâncias.
Se tens o dom de fechar seus caminhos, fios, pode ter certeza que também tens o dom de abri-los.
Que louvado seja nosso sinhô Jesus Cristo e seus poderosos ensinamentos.
Que ele vos ilumine e inspire.
Pai João de Angola
20/09/2014 23:46hs

7 de julho de 2014

Minha paciência

Já não tenho paciência para algumas coisas, não porque me tenha tornado arrogante, mas simplesmente porque cheguei a um ponto da minha vida em que não me apetece perder mais tempo com aquilo que me desagrada ou fere. Já não tenho pachorra para cinismo, críticas em excesso e exigências de qualquer natureza. Perdi a vontade de agradar a quem não agrado, de amar quem não me ama, de sorrir para quem ...quer retirar-me o sorriso. Já não dedico um minuto que seja a quem me mente ou quer manipular. Decidi não conviver mais com pretensiosismo, hipocrisia, desonestidade e elogios baratos. Já não consigo tolerar eruditismo selectivo e altivez académica. Não compactuo mais com bairrismo ou coscuvilhice. Não suporto conflitos e comparações. Acredito num mundo de opostos e por isso evito pessoas de carácter rígido e inflexível. Na Amizade desagrada-me a falta de lealdade e a traição. Não lido nada bem com quem não sabe elogiar ou incentivar. Os exageros aborrecem-me e tenho dificuldade em aceitar quem não gosta de animais. E acima de tudo já não tenho paciência nenhuma para quem não merece a minha paciência."
Já não tenho paciência para algumas coisas, não porque me tenha tornado arrogante, mas simplesmente porque cheguei a um ponto da minha vida em que não me apetece perder mais tempo com aquilo que me desagrada ou fere. Já não tenho pachorra para cinismo, críticas em excesso e exigências de qualquer natureza. Perdi a vontade de agradar a quem não agrado, de amar quem não me ama, de sorrir para quem ...quer retirar-me o sorriso. Já não dedico um minuto que seja a quem me mente ou quer manipular. Decidi não conviver mais com pretensiosismo, hipocrisia, desonestidade e elogios baratos. Já não consigo tolerar eruditismo selectivo e altivez académica. Não compactuo mais com bairrismo ou coscuvilhice. Não suporto conflitos e comparações. Acredito num mundo de opostos e por isso evito pessoas de carácter rígido e inflexível. Na Amizade desagrada-me a falta de lealdade e a traição. Não lido nada bem com quem não sabe elogiar ou incentivar. Os exageros aborrecem-me e tenho dificuldade em aceitar quem não gosta de animais. E acima de tudo já não tenho paciência nenhuma para quem não merece a minha paciência."

(Meryl Streep)



3 de julho de 2014

Hoje eu me permito....

Hoje eu me permito viver do meu modo, do meu jeito... Já não preciso esconder o que sou. Libertei-me...Sou livre... Sou a condutora da minha vida, dos meus pensamentos... e, isso é maravilhoso!!!!
Experimentem...
(Andréia Hermann)

Decidi silenciar

Bati a porta pra ansiedade e desde então tenho passado mais tempo comigo. Quero saber quais são as minhas prioridades. Quero descobrir os desejos que estão aflorando e direcioná-los. Não quero deixar passar batido essas pequenas sensações. Tenho andado atordoada com o excesso de tomada de decisões. Odeio me despedir de quem me ilustra, e odeio ficar fazendo sala para quem não quer ficar. Tão contraditório eu sei, mas tão necessário. Não tenho dado conta das expectativas que afundaram no descaso. Não tenho dado conta da indiferença de uns e do ego inflado de outros. Não dou conta dessa pressão emocional que recebo. Eu não consigo fazer tudo certinho. Não consigo acertar a letra de primeira todas as vezes que sou chamada. Eu erro. Eu me atropelo. Eu esqueço o que é importante e faço remendo pro que me acolhe. Pro que me dá paz. Eu tenho silenciado para descobrir quem faz falta, quem se importa, quem me agrega. Tenho silenciado para não misturar as minhas vontades com a realidade que dança e muitas vezes não entendo a melodia. Tenho silenciado por necessidade. Por autoajuda ao meu coração.
(Marcely Pieroni Gastaldi)

Ofertas! Brandsclub

Amo muito isso!!!

Ofertas Bondfaro e Buscapé!!!!

Related Posts with Thumbnails