21 de abril de 2011

Meu Livro, Meu Diário

Hoje quis escrever páginas da minha vida
Rabiscar sentimento...s, dar forma aos sentidos

Resgatar sonhos, cenas da minha infância

Momentos em que fui feliz

Outros que nem tanto....

Momentos que me marcaram pelo bem e pelo mal

Hoje quis escrever páginas do meu diário

Encontrar-me comigo mesmo

E sem máscaras nem falsidades

Falar a verdade...

Deixar fluir a minha alma, sem medo nem restrições

Quis abrir o meu coração

Quis saber como é vê-lo do lado de fora

Porque do avesso eu já o conheço de cor...

Sei o que sente, como chora baixinho

Sempre que se sente triste

Num choro dolente e cadenciado

Quis vê-lo como os outros o vêem

Mascarado de felicidade

Quantas vezes erguido em finos alicerces

Prontos a desmoronar

Como tudo que é debil e frágil...

Tive também o cuidado de cuidar da minha alma

Deixando que pelo menos hoje ela se manifestasse à vontade

Sem medo de ser julgada, sem receio de cair

E ficar por ali mesmo jogada

Sei que é difícil encontrar alguém que nos compreenda

Mas este meu livro, meu diário

É minha história de vida

E com ele sei que posso desabafar...

Hoje quis escrever umas páginas de vida

Soltar as amarras que me prendem a um mundo quase irreal

Complexo, falso, materialista

Hoje quis escrever o meu diário

E vencidos pelo cansaço

Meu coração e minha alma

Adormeceram profundamente

E eu acabei adormecida nas páginas da minha vida...





São Reis

Nenhum comentário:

Ofertas! Brandsclub

Amo muito isso!!!

Ofertas Bondfaro e Buscapé!!!!

Related Posts with Thumbnails