30 de junho de 2011

Na água

" eu piso no que sobrou do choro .
eu piso no que sobrou da chuva.
enfio meus pés no suor que escorreu
do meu corpo . na água que nasceu pura.
na sujeira saída do banho .
eu piso no caldo , na mistura .
é nela que me fortaleço.
na água que entra pelos vãos dos meus dedos .
na que sobe até a cintura .
é nela que me inundo . com ela que eu cresço.
como raiz que se alimenta do que está no vaso.
absorvo de volta o que transbordei .
lágrimas de amores errados . saliva caída de beijos.
suor escorrido pelas costas . medos que transpirei .
eu piso no que já foi tempestade e agora é poça.
na água que já foi benta e agora é profana .
eu piso no que foi batismo e agora é pecado .
no transparente que agora é opaco .
é na mistura que me fortaleço .
eu piso . sugo .engulo .
tomo de volta o que já foi meu .
o que veio com a chuva .
o que a corrente não levou .
o que ainda não secou .
eu me encho . me derramo .
eu piso na água pra poder mudar
com a lua .
balançar como onda .acompanhar a maré .
eu piso na água pra poder voltar para
o lugar que fui expulso . pro úmido .
silêncio escuro do útero .
eu piso na água pra renascer
."
Eduardo Baszczyn

Nenhum comentário:

Ofertas! Brandsclub

Amo muito isso!!!

Ofertas Bondfaro e Buscapé!!!!

Related Posts with Thumbnails