4 de junho de 2012

Posse . . .

Ocupo todos os cantos da cama para deixá-los fora do meu mundo.
 É o meu modo de esconder que na verdade eu só queria perder o cobertor para pés maiores que os meus.
Dormir sozinha dá aquelas sensação de que o frio existe mesmo quando o termômetro marca 30 graus, de que os travesseiros são insuficientes e o espaço é infinito.
Por dentro e por fora.
Ocupo todos os segundos do meu dia pra não deixá-los tomarem posse da solidão que cultivo como companheira.
Sou dela, não tem jeito. Sou minha e não sei me dividir.
Essa é só a maneira que eu aprendi a ser, porque pertencer aos outros faz doer.
Já aceitei vocês e suas cargas, suas faltas; e nada disso foi suficiente porque vocês não puderam ou não souberam me aceitar.
 Vocês não podem carregar o que tem aqui dentro, esse peso que eu preciso dividir pra não ficar sobrecarregada por existir.
Agora não aceito mais.
Não consigo aceitar nada pela metade e vocês são incompletos porque não se permitem ir além.
Não posso aceitar e dormir sozinha é quase um protesto.
Não aceito. Não deixo mais ninguém me roubar de mim.

Nenhum comentário:

Ofertas! Brandsclub

Amo muito isso!!!

Ofertas Bondfaro e Buscapé!!!!

Related Posts with Thumbnails