26 de outubro de 2010

Sinto saudade do tempo em que a gente era amigo.

Sinto saudade do tempo em que a gente era amigo.

- Eu também. Tenho saudade das piadas idiotas, da vida de todos passada a limpo, daquela espécie de adolescência revivida do afeto que nos unia, da família que éramos. Quando ns separamos, eu perdi a família. Nós temos que ficar juntos. Nós, que apesar de todas as diferenças nos queremos tanto, por tudo o que vivemos, pela cumplicidade que muitas vezes não é verbal, mas que se expressa na nossa afetividade, na agressão, no carinho que temos uns pelos outros, que é o carinho pela nossa juventude, nós não podemos romper, nos afastar...

livro: aos meus amigos - maria adelaide amaral


♥✿♥ ¸.•*´¨`*•.¸ ♥✿♥ *nidonda/originals*

3 comentários:

Carmem L Vilanova disse...

Eu também, amiga

Saudade que a gente era amigo e tinha amigos que eram amigos da gente porque eram e nada mais, sem interesses, sem nada escondido por detrás.
Hoje esse tipo de amizade totalmente sincera desinteressada é tão difícil...

Beijos, flores e muitos sorrisos!

Meias de Seda (Suzy) disse...

Oi, Flavia!
Adorei o novo layout do blog, ficou liiiindo!!!
Sinto saudades de alguns amigos que ficaram pelo caminho.
Beijos ;)

Anônimo disse...

I think we also deserve this . good point! school grants

thanxxx
single mother grants

Ofertas! Brandsclub

Amo muito isso!!!

Ofertas Bondfaro e Buscapé!!!!

Related Posts with Thumbnails