11 de fevereiro de 2011

Zeca Baleiro - Você é má

Vá se danar!
Você dá nada a ninguém
Nem um olhar
Nunca falou tudo bem
Tem, mas não dá
Sorrir jamais lhe convém
Você é má
Mas há de ter um bem
Você dá nada a ninguém
Vá se danar!
Danada, não perde o trem
Sabe nadar
Mas nada sabe de alguém que sabe amar
Eu quero ser seu bem
Você é má

Você é maluca
Você é malinda
Você é malandra
Só não é massa...
E você magoa
E você massacra
E você machuca
E você mata!

Vá se danar!
Você dá nada a ninguém
Nunca dará
Nem mesmo um simples amém
A Deus dirá
Diz que não vai à belém
Você é má
Mas pode ter um bem
Você dá nada a ninguém
Vá se danar!
Danada, finge tão bem
Sabe negar
Jamais dará a quem tem demais pra dar
Mas eu serei seu bem

Você é má
Você é maluca
Você é malinda
Você é malandra
Só não é massa...
E você magoa
E você massacra
E você machuca
Você mata!

Um comentário:

orvalho do ceu disse...

Olá, querida Flávia
Esse jogo de palavras dá tanto ritmo ao poema... lindo!!!
Quem não dá valor a nada... o jeito é "danar-se" mesmo...
Bjs de paz

Ofertas! Brandsclub

Amo muito isso!!!

Ofertas Bondfaro e Buscapé!!!!

Related Posts with Thumbnails