15 de abril de 2010

Pra refletir . . .


"...Há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que nem eu mesma compreendo. Pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada. Uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade; sei lá de quê!"(Florbela Espanca)

Um comentário:

Bleeding_Angel disse...

Eu me sinto exatamente assim, alias, me idententifico mto com este tipo de poesia, Florbela Espanca, Alvares de Azevedo, Lord Byron, acho q foram pessoas taum intensas qnto eu sou e, apesar disso trazer mtas vzs sofrimento, prefiro isso ao nada.
bjos

Ofertas! Brandsclub

Amo muito isso!!!

Ofertas Bondfaro e Buscapé!!!!

Related Posts with Thumbnails